sexta-feira, 6 de abril de 2007

ESTATUTO EDITORIAL

Este blogue é contra a construção do aeroporto da Ota. Este blogue é a favor da realização de um referendo sobre a construção do aeroporto da Ota. Este blogue quer que o Governo divulgue todos os estudos sobre a construção de um novo aeroporto, na Ota e nos outros lados. Todos os comentários são bem vindos, excpto os insultuosos, que serão eliminados.

5 comentários:

Anónimo disse...

Caro Jorge Ferreira,

Bem haja uma vez mais pela lição de cidadania que nos dá. Tenho fé que a cegueira do Primeiro-ministro e a cumplicidade do Presidente da República não cheguem a bom (aero)porto! Um Abraço,
Sandro Neves

Binoculista disse...

Ainda não tenho opinião formada acerca do assunto do novo aeroporto de Lisboa.
Gostaria de saber, no seu caso, sendo contra a localização na Ota, se é a favor da sua localização concretamente noutro local (qual ? ) ou se é contra a construção de um novo aeroporto, independentemente do local, nos tempos mais próximos.
Cumprimentos (invejo-lhe a disponibilidade que consegue ter para manter tantos blogues).

Mário Nuno Neves disse...

Caro Jorge,

Sou absolutamente a favor da publicação de todos os estudos disponíveis sobre a questão e até da elaboração de mai, a serem realizados por entidades independentes, mas referendar a construção de um aeroporto quando tantas questões, bem mais importantes do ponto de vista do funcionamento do regime, não são objecto de tal instituto?
Se passarmos a referendar aeroportos porque não referendar auto-estradas e aquisições de submarinos para a marinha ou Airbus para a TAP?

Anónimo disse...

Muito bem. Também sou a favor da divulgação de todos os estudos sobre a construção do novo aeroporto. E gostava, igualmente, de saber qem são as sociedades detentoras dos terrenos onde vai ser construido.

(Eu, não invejo, fico grata por ter essa disponibilidade)

Zig disse...

Já trabalhei no aeroporto militar de Beja durante alguns anos, mesmo junto à pista. Sei perfeitamente que o Alentejo é muito elogiado por todos os pilotos, seja de aviões militares como de aviões de grande porte. É que, já aqui se efectuaram muitos testes de aviões civis, por alguma razão foi!

Por isso não entendo como é que se pode meter um aeroporto dessa dimensão num "enclave" como a Ota. Além dos enormes custos que tem (distância até Lisboa e consequente necessidade de construção de vias até a capital, drenagem do solo e expropriação dos terrenos), não é uma localização que os pilotos preferem! É pequeno para as exigências actuais e futuras, além disso, mesmo com toda a tecnologia que há, o tempo também é um factor a considerar! O tempo é muito melhor no Alentejo do que na Ota!